Testemunhos (Ler todos) « Anterior Próximo »

LIBERTAÇÃO E CURA DO MEU ESPOSO COM FÉ,CORAGEM E SABEDORIA

JESUS EU CONFIO E ESPERO EM VÓS .AMÉM

maria recife/pe Hoje, às 02h14

Nossa Senhora das Graças, Uma Mãe de Vitórias

Venho de uma família de militares e fui preparado, desde cedo, para ser um deles. Por conta disso, sempre fui muito exigido, disciplinado rigidamente, obrigado a tirar as melhores notas. Ainda que extenuante a jornada, não via tal cobrança como um encargo; ao contrário, sabia lidar com as pressões e sentia que esse era o meu dever. Os anos passaram e, chegada a adolescência, comecei a prestar concurso para a carreira que me foi traçada; com boa dose de sangue, suor e lágrimas, consegui lograr êxito, mas, por questões médicas, fui desligado prematuramente. Ironia... Regressando à vida civil, não sabia mais o que fazer, já eram tempos de vestibular e tinha que optar por uma nova carreira, mas qual? Não sei bem o porquê, mas acabei escolhendo o Direito. Aprovado e já com 02 (dois) anos nos bancos acadêmicos, me sentia infeliz e desmotivado, ainda com o sabor amargo de minha saída do meio militar; até que um dia aceitei o convite para estagiar em uma unidade judiciária. Lá chegando, descobri um mundo novo; passei a observar a figura do Juiz, a aprender e a admirar seu honroso ofício, como instrumento de paz social. Ah, era isso o que eu verdadeiramente queria... Mas como atingir tal intento? Como se sabe, o ingresso na magistratura não é fácil: concorrência nacional expressiva para poucas vagas, avaliações altamente complexas em diversas etapas; fato que, decerto, exige do candidato horas afins de estudo e de abdicação do convívio de amigos e familiares por longos anos. Segui na Universidade e passei a me dedicar com mais afinco, mas ainda via meu novo sonho como algo distante. No decorrer dessa jornada, surgiu a oportunidade de me tornar militar pela segunda vez, já não era mais isso o que queria, porém o medo de ficar desempregado venceu a esperança de ser Juiz. E lá fui eu... Aprovado em outro concurso público, reiniciei a vida na caserna, vendo as aspirações à magistratura se distanciarem cada vez mais, haja vista a longa e exaustiva jornada de trabalho a que fui submetido, em ambiente de internato. Era instrução noite e dia, o dia todo, todo dia... Até que surgiu o concurso para servidor da Justiça Federal; nela teria melhores condições de estudo, além de adquirir experiência prática pelo contato direto com processos judiciais. Foram tempos difíceis... Como passava período integral envolvido com as atividades da organização militar, só conseguia estudar parte da noite e mal, pois já estava consumido pelo cansaço. Para se ter uma ideia, dormia em alojamento coletivo, meu local de estudo era em cima da própria cama, com uma lanterna e embaixo de um lençol, para não atrapalhar o sono dos colegas. Pela Graça de Deus, também consegui aprovação na Justiça Federal; lá fiz escola, amadureci e comecei a por em prática minhas ambições. Todavia, como dito, o ingresso na magistratura é árduo, os anos passavam, o estudo e o sacrifício prosseguiam, mas eu não conseguia o desejado êxito. “Rodei” o Brasil inteiro, prestei mais de 20 (vinte) concursos e nada. Pensei seriamente em desistir... Quando, numa noite de domingo, ao assistir à missa, tive meu primeiro encontro com Nossa Senhora das Graças. Estava sentado no momento em que ela veio, tocou meu ombro e disse: meu filho, não desista, pois estou contigo. Peça a mim, que eu te atenderei. Fiquei muito emocionado, como agora estou ao redigir essas linhas, e, ao mesmo tempo, incrédulo. Pensei estar fantasiando tudo aquilo, já que nunca havia reazado para ela; achava uma perda de tempo e que só deveria orar para Jesus. Não era digno, pois, de aparição qualquer... Contudo, fiz o que me foi dito: prossegui nos estudos, rezei e pedi a Nossa Senhora, porém sem muita fé, infelizmente. Como disse, pensei que o encontro era “coisa” da minha cabeça. Até que recebi uma carta de uma associação religiosa devota de Nossa Senhora. Confesso que estranhei a correspondência, uma vez que, na época, tinha acabado de me mudar e ninguém sabia meu endereço, nem mesmo eu (risos). A carta continha uma bela mensagem e uma medalhinha milagrosa de Nossa Senhora. Nessa ocasião, escutei uma voz suave, dizendo: meu filho, não esqueça de mim, pois eu não esqueci de ti. Aquela voz tocou profundamente meu coração, atingiu a minha alma com todo fervor porque, não sei explicar, era Nossa Senhora falando comigo pela segunda vez – um privilégio, uma grande honra para uma pessoa que sequer lhe era devoto. A partir daí, minha vida mudou por completo, mais motivado, continuei fazendo meu papel, com a convicção que tudo daria certo no tempo de Deus, não dos homens. 02 (dois) anos após, consegui ingressar na magistratura, e a notícia chegou justamente no dia de Nossa Senhora das Graças (27.11). Não foi por acaso... Hoje estou plenamente realizado no desempenho do ofício que Deus me deu. Sigo seus caminhos e procuro sempre ajudar o próximo, com a consciência de que grandes poderes trazem grandes responsabilidades. Agradeço a Nossa Senhora das Graças por essa benção, sem ela não estaria executando o plano de Deus em minha vida. Faço este testemunho como parte da minha promessa, divulgando o quanto é bondosa e generosa a mãe do salvador. Toda honra e toda glória a ti, Maria.

Fábio Natal Hoje, às 01h50

Jesus misericórdia de nós

welem Rio de Janeiro Hoje, às 01h50

JESUS

MISERICORDIA

VANESSA Hoje, às 01h39

Itabira.

Que o Senhor Jesus tenha misericórdia da minha filha Júlia e cure a do diabetes. Eu creio.

Pedido de oração

Padre sua bênção. Quero pedir oração para mim. Estou com minha saúde um pouco complicada. Abençoe para que amanhã eu amanheça melhor. Dai ânimo pra viver e forças pra enfrentar esse obstáculo. Amém

Filha Crato Ce Hoje, às 01h34

queria agradecer por termos conseguido um pedreiro para cobrir nossa casa pois tava muito dificil de conseguir, mas aos poucos a gente vai construindo.obrigado senhor pela graça recebida

Wesley sorriso mt Hoje, às 00h48

Esperar o tempo de Deus

Todos os dias de nossa vida já são graças recebidas,mas quero testemunhar uma, em especial, alcançada no ano de 2013.Padre,no momento da oração da novena à Santa Rita o senhor disse: Peça filho(a) a graça que voce está necessitando, e eu confesso que fui ousada,pedi 03 graças,pois meu esposo já não tão jovem estava a procura de emprego há alguns meses;minha filha passou no concurso público mas não a chamavam para trabalhar e muitos nos desanimavam dizendo que isto demoraria anos; e também precisávamos de uma casa, pois morávamos de favor nos fundos da casa dos meus sogros.Padre sempre fui de muita oração,e procuro servir a Deus no Santuário N.Sra.Aparecida aqui em Guarapuava,sou ministra da sagrada comunhão,trabalho na pastoral do dízimo e liturgia,aprendi muito a rezar,confiar e esperar o tempo de Deus;e foi isto que marcou este testemunho pois as graças vieram na sequencia em que precisávamos;quando terminei a novena com o senhor, no dia seguinte minha filha foi chamada para trabalhar de educadora infantil numa creche;uma semana depois meu esposo foi chamado para trabalhar veja só; numa transportadora na esquina de casa onde ele não havia procurado.Meus sogros adoeceram, cumpri minha missão ajudei a cuidar deles até o fim de suas vidas.Aí então veio a terceira graça pois tínhamos que sair da casa dos fundos porque era herança dos filhos e precisava ser vendida para a partilha.Padre há 36 anos de casada ainda não tínhamos casa própria,foi então que sonhamos com nossa casa pedi até que fosse próxima do Santuário,o tempo estava passando e eu me perguntava será que Santa Rita esqueceu de mim? mas ela me mandou dois sinais; minha outra filha faz estágio da faculdade numa clínica de fisioterapia e uma senhora paciente dela que é evangélica chegou com um envelope entregou para minha filha disse que deixaram em sua caixa de correio e que era de uma tal Rita disse ela.Minha filha agradeceu, levou para casa abrimos o envelope e tinha dentro uma novena e um terço de Santa Rita,eu chorei de alegria me senti mais confiante com este sinal.Padre na mesma semana minha filha começou a namorar um rapaz muito querido gente boa como a gente diz,toca violão na igreja e sabe que mais? faz aniversário no dia 22 de julho dia de Santa Rita.Depois destes sinais entendi que Santa Rita estava preparando o melhor para nós pois depois de um ano das outras graças recebidas,conseguimos comprar nossa casa,como queríamos foram muitas pedras no caminho enfrentadas, mas hoje posso dizer que valeu a pena pois eu e minha família estamos muito felizes em NOSSA casa, presente de Deus por intercessão de Santa Rita e claro da minha querida Mãe Aparecida.Padre obrigada da Zenilda,Edvaldo,Jean,Jaqueline,Juliana por nos motivar a não desistir de rezar e confiar Deus o abençoe sempre.

Zenilda Guarapuava-Pr Hoje, às 00h31
Novo! Saiba aqui como enviar seu testemunho em vídeo »

Destaques « Anterior Próximo »

Boletim informativo

Já se registrou e não recebe os boletins no seu e-mail? Consulte a Central de Solução de Problemas »

Recomende nas Redes


 
 

Evangelizando nas Redes Sociais (O que é isso?)

Curitiba/PR
Fortaleza/CE

Associação Evangelizar é Preciso: Caixa Postal 20548 CEP 81.810-981 - Curitiba/PR (ver mapa). Tel: (41) 3221-6060. E-mail: sas@evangelizarepreciso.com.br.

Loja e Atendimento ao Associado em Fortaleza: Av. Antônio Sales, 1357 Loja 19 esquina com Rui Barbosa CEP 60.135-101. Bairro Joaquim Távora - Fortaleza/CE (ver mapa). Tel: (85) 3016-3060.

Rádio Evangelizar AM1060: Para entrar em contato com a Rádio, ligue (41) 3221-6070.

Comercial Evangelizar é Preciso: Cadastro de revendas, comprar produtos Evangelizar por telefone e contato com departamento comercial, ligue (41) 3221-6050. Email: gerentecomercial@evangelizarepreciso.com.br