em 21/05/2019 às 12:26

Por MARTA MARIA DA CONSOLACAO RODRIGUES NEVES

Em Betim - MG

Motivo: Outro

Meu nome é Marta, sou natural de Carmópolis de Minas, atualmente resido em Betim-MG, ambas as cidades tem como padroeira Nossa Senhora do Carmo! Acompanho o programa pela rádio Santana-FM e durante essa novena de Santa Rita de Cassia recebi o chamado de compartilhar e testemunhar ainda mais o meu milagre. Hoje venho testemunhar a minha graça, o meu milagre! Eu nasci no dia 05/10/1991 e sem dúvidas eu renasci no dia 22/05/2016 / 23/05/2016, sempre tive muita fé e nunca duvidei que Deus cuidada de cada instante da minha vida, desde criança aprendi que Ele estava comigo e estaria sempre que fosse necessário, aprendi que dobrar os joelhos não era só para pedir, mas também para agradecer a todo instante e que quando fosse necessário pedir, Ele sempre me atenderia. Naquele 22/05/2016 Ele realizou, manifestou, agiu e mais uma vez e transformou a minha vida. Na noite do dia 22/05/2016 (Dia de Santa Rita de Cássia) para o dia 23/05/2016, quando passei mal Ele foi perfeito como sempre é, com sua mão ensanguentada, segurou no exato momento aquela artéria que havia se rompido no meu cérebro impedindo que o sangue continuasse a se espalhar. Naquele momento ainda não sabíamos o que tinha me causado aquele desmaio e as convulsões, quando acordei me lembro de flashes que estavam acontecendo, mas sei que estava com muito frio, dor de cabeça e queria dormir. Foi um desespero muito grande para todos da minha casa correndo por socorro, meu pai e meu irmão foram até o hospital correndo atrás de ambulância e como a Graça de Deus é completa ele me enviou dois anjos que chegaram até minha casa antes mesmo da ambulância, as enfermeiras Rosiane Rocha e Cidinha. Quando a ambulância chegou e fomos para o hospital, mais uma vez meu anjo Agiu, como a medica plantonista não estava com disposição o suficiente para os atendimentos daquela madrugada, Rosiane foi quem me medicou para que eu pudesse ficar mais tranquila pois a dor era insuportável e os vômitos não passavam, creio eu que tenha sido uma das noites mais longas que já vivi. Quando o dia amanheceu, o medico que assumiu o plantão suspeitou que pudesse ser algum problema neurológico, tendo em vista que meu quadro clinico não mudava, a dor insuportável era constante, ele pediu então que eu passasse por um neurologista e fizesse exames específicos, foi ai que começou o pesadelo, fui levada a Oliveira, passei por um exame de TC de crânio e por uma consulta com o Neurologista, foi quando ele falou com minha mãe que meu caso era muito grave, que eu tinha sofrido um ANEURISMA , que corria risco de vida e teria que passar por cirurgia e essa cirurgia poderia deixar sequelas, se eu sobrevivesse eu FICARIA CEGA. Com certeza o mundo da minha mãe caiu nesse momento, lembro que enquanto ela falava com o médico eu esperava na ambulância e que após a conversa ela chegou e me entregou seu Escapulário de Nossa Senhora do Carmo, voltamos para Carmópolis já com o diagnóstico do problema, e ai começava outra luta dos inúmeros anjos que Deus colocou na minha vida, buscar por uma vaga pra que pudesse ser transferida, a essa hora meus amigos e familiares já sabiam o que eu tinha e todos preocupados mas com muita fé que Deus faria o que fosse melhor, mas Ele já tinha feito. Na noite de segunda feira meu pai foi até o grupo de oração e contou o que estava acontecendo para a Solange e o Luiz que foram até o hospital e rezaram comigo, naquela mesma noite minha amiga Raíra me presenteou com um terço que me acompanhou até o momento da minha cirurgia, naquela mesma noite conseguiram minha transferência para o Hospital Evangélico, um lugar abençoado e onde vivi cercada por anjos o tempo todo. Um dos médicos que me recebeu, relatou que se tratava de um caso inexplicável e que não entendia o fato de eu ter sobrevivido ao rompimento daquela artéria, era um milagre. Foram quinze dias até que eu pudesse passar por cirurgia, 15 dias deitada sem travesseiro, apenas no reto, não poderia ter nenhuma elevação da cabeça pois poderia causar um novo sangramento e isso era muito perigoso, foram dias rodeadas por pessoas que eu amo e que sei que me amam também, foram momentos difíceis pois tinham dias que as dores eram fortes e nem Morfina era capaz de sanar, então eu e minha mãe rezávamos a oração Maria Passa a frente, e realmente a dor passava, minha irmã Ester que cuidou como ninguém, meus irmão em Carmópolis rezando para dar tudo certo e deu! Foi uma comoção muito grande na cidade, por se tratar de uma cidade pequena onde todos se conhecem, recebi muita energia positiva, muita oração e muitas benção, independente da religião todos pediam por mim. Todos os meus amigos sempre presentes os que não podiam estar comigo lá estavam juntos em oração e foi assim que vencemos! No dia 06/06/2016 eu entrei para o bloco cirúrgico as 7:00 hs da manhã e só sai de lá aproximadamente as 17:00 hs ! Eu sai curada e sem sequelas porque a Graça e a Misericórdia de Deus é sem fim! Hoje sou Grata a todo instante por todos que rezaram e pediram por mim, todos que nos ajudaram de uma forma ou de outra, com a Graça de Deus e as orações de cada um hoje estou bem e levo uma vida completamente normal, retomei a faculdade, me formei, me casei e estou perfeitamente curada! Graça alcançada, Graça testemunhada!