em 29/06/2020 às 15:18

Por Joseani Cristina Meireles Silvestre do Amaral

Em Jambeiro - SP

Motivo: Jesus das Santas Chagas

Olá padre Reginaldo Manzotti, meu nome é Joseani, sou da pequenina cidade de Jambeiro, localizada no interior do estado de São Paulo, é com o coração cheio de gratidão e transbordando alegria que te escrevo. Tenho acompanhado, juntamente com meu marido suas missas desde o início dessa pandemia, passamos pelos 40 dias de oração, os trinta dias com Nossa Senhora e agora com o Sagrado Coração de Jesus. Escrevo para contar um pouquinho de minha história, sempre fui de frequentar a igreja, mas há muito tempo estava afastada, deixei que a rotina, os compromissos e tantas coisas secundárias me afastassem de Jesus e consequentemente esfriasse a minha fé. No entanto Jesus não desistiu de mim e de minha família e mesmo com relutância, atendendo a um convite de uma amiga (aqueles anjos que Deus coloca na vida da gente) retornei à igreja e pouco a pouco fui novamente me aproximando de Jesus e sua presença voltou a ser vital em minha vida e de minha família. Eu e meu marido voltamos a frequentar as missas aos domingos e também o grupo de oração, mas com a pandemia de uma hora para outra isso não foi mais possível, foi então que Jesus nos levou até você... Quantas coisas aprendemos durante esse período, suas palavras nos fazem refletir, nos levam até Jesus, nos leva para perto de Deus. Há quase um ano venho sofrendo com um problema de saúde, tomava remédios e mais remédios, idas diretas a médicos e meu problema parecia que nunca teria fim, mesmo nos altos e baixos mantinha minha mente em Deus e não perdia a confiança de que quando fosse da sua vontade eu seria curada...e então numa sexta-feira, no momento em que assistia a sua missa algo extraordinário aconteceu... Eu estava com a mente firme em Jesus, orando para que se fosse da vontade dele derramasse uma gota do seu sangue e me curasse do meu problema, meu marido se ausentou por um período, e eu continuei ali, firme na minha oração, nesse dia você usava o incenso e então eu comecei a sentir esse cheiro pela minha casa, por um momento eu pensei: “não pode ser, devo estar imaginando coisas”... Meu marido então retornou e ao se aproximar disse: “Que cheiro é esse? Incenso? ” E então pude confirmar no meu coração que Jesus naquele momento esteve comigo. E para sua honra e glória no outro dia acordei totalmente sem dor e assim permaneço até hoje. Tomei posse dessa benção, creio firmemente que para Deus não há o impossível. Alcancei a graça que tanto busquei, pedi com fé e recebi, por isso dou agora esse testemunho. Graça alcançada é graça testemunhada!