Festa das Santas Chagas – Dia de Adoração e Testemunhos de fé

30/09/2018 às 18:34

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O dia começou bem cedo, com uma Missa especial às 8h (confira aqui) e outra às 11h (confira aqui). às 15h, Padre Reginaldo voltou ao Santuário Nossa Senhora de Guadalupe para o Terço das Santas Chagas, seguido de Adoração e Louvor ao Santíssimo e a Santa Missa das 18h, que encerra a celebração. Além dos momentos de fé, durante todo o dia, muitos fiéis e associados foram chamados ao Altar para compartilhar com o Padre Reginaldo e todos os presentes seus testemunhos de graças alcançadas pela Devoção às Santas Chagas. Se você não pôde acompanhar ao vivo, acesse o YouTube da TV Evangelizar e confira os vídeos.

 

Outros, conversaram conosco nos bastidores sobre os motivos de estarem aqui hoje, agradecendo e pedindo novas graças. Um deles é o Edemar José, de Águas Mornas (SC), membro da Comunidade Vinolero e associado da Obra. “É o segundo ano que venho e a cada ano é uma grande graça. Estou aqui para agradecer pela vida de minha filha, que passou por momentos difíceis e tentou suicídio tomando vários remédios. Minha esposa deu a ela uma Água Benta das Santas chagas que trouxe daqui e ela foi salva, sem sequelas”, conta.

 

 

 

 

Taciane e Antônia Lopes vieram de Fortaleza (CE) pela primeira vez para Curitiba (PR), exclusivamente para a Festa das Santas Chagas. Taciane veio para agradecer a cura de uma nodosidade causada pela gastrite e úlcera. “Estava assistindo o Noite de Louvor pela TV Evangelizar, no domingo a noite, quando a pregadora Alessandra Santos disse para nos apropriarmos da graça que o Senhor iria curar toda e qualquer enfermidade. No dia seguinte recebi o resultado de que era benigno o nódulo e minha professa está sendo paga aqui. Está sendo uma bênção e nunca pudemos ficar tão perto do Padre”, conta. Já sua tia, Antônia, em 2013, ficou muito mal de saúde. Teve a doença de chrom e chegou a pesar 28kg e teve a vida desenganada por três médicos. “Não podia mais comer nada, estava debilitada e até fazer uma ressonância era perigoso. Quando saí do exame viva, o médico me olhou e disse ‘A senhora tem muito Deus’ e me chamou de guerreira. Fui internada com a pressão de 5/3, derramando meu sangue e a minha família esperava apenas o meu velório. Quando a quarta médica me tocou, senti que Jesus ia me ajudar na cura. Pela honra e glória de Deus estou aqui hoje, agradecendo essa bênção. Sou muito feliz e grata por estar aqui hoje”, conta emocionada com lágrimas nos olhos e vestindo a blusa do XI Evangelizar É Preciso Fortaleza, pronta para agradecer pela graça também em sua cidade.

 

 

 

Confira outras fotos deste domingo:

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.